Mas eu prefiro o Sasuke...

Confere aí!

19/10/2015 Última edição em 19/10/2015 às 00:00:00

Quero falar de Naruto! 

Pode ser?

Pode sim!

A maioria dos fãs gosta deste assunto, a outra parte (pequena) não gosta ou não entende o que quer dizer o nosso "jeito ninja de ser".

Mas quero falar diretamente para aqueles que gostam de Naruto.

Naruto é um personagem que foi amplamente explorado, desde a sua infância até a sua maturidade, desde seu inicio de apaixonite até seu profundo e dedicado amor à Hinata; desde seu sonho de ser Hokage até se tornar um grande Hokage.

Mas o que Naruto é, para a geração que o acompanhou desde o inicio de sua saga (e falo isso daquele pessoal que descobriu Naruto quando de sua estreia no Brasil), muito mais que apenas um personagem atrapalhado e determinado, ele é uma pequena força motriz do dia a dia, um exemplo de dedicação a um sonho.

Sim, somos vítimas de um excelente marketing que tornou Naruto o que ele é hoje, mas ao mesmo tempo nos afeiçoamos aos personagens que se desenvolveram a passos largos diante de nossos olhos, crescendo em espírito e em personalidade. O que nos atraiu afinal? Com toda certeza, e em primeiro momento, a determinação de Naruto. Todos temos sonhos, sonhos de infância e que queremos ardentemente realizar, mas é obvio, que nem sempre isso é fácil. Talvez por isso gostamos tanto de Naruto: ele tem um sonho e se dedica completamente à ele, sem esquecer dos que estão ao seu redor.

Mas eu nem gosto tanto do Naruto, para ser honesta, mas não atirem as pedras, eu gosto de Sasuke, e aqui está o verdadeiro motivo pelo qual realmente gostamos de Naruto (embora você possa não querer admitir isso):

Primeiro quero que entenda, gosto do Sasuke porque ele tem a profundidade de sentimentos mais intensa que qualquer outro personagem! Afinal, eu concordo com ele, é mais dificil você perder alguém quando tem alguém, do que apenas imaginar o que é perder alguém. Esta era, de fato, a maior diferença entre os dois, pois desde sempre Sasuke sabia o que era ter alguém ao seu lado e então perder, mas Naruto não, Naruto primeiro teve que encontrar quem quisesse estar ao seu lado, para depois perder.

Verdade que Naruto demorou para entender este conceito, mas quando Jiraya morreu, ele percebeu o quanto é mais intenso, mais vívido, o sentimento de perda, porque ele finalmente havia encontrado uma pessoa que estava sempre ao seu lado, cuidando dele.

Perder é dificil, perder machuca, mas perder edifica. Por isso que acredito que Sasuke é um personagem chave, pois a trama ganhou maiores profundidades quando ele decidiu que estava na hora de seguir outro caminho.    

Mas vamos à questão primordial que eu estava citando lá em cima sobre o verdadeiro motivo de gostarmos de Naruto (mangá e anime), mas para isso precisamos levantar uma questão que sempre gerou confusões aos fãs que é: por que Sasuke não podia seguir o caminho que desejou, saindo da Vila da Folha? E eu logo respondo: porque ele tinha amigos. E este é o ponto de ouro de Naruto, aquele ponto que realmente nos atrai neste anime/mangá, é por isso que admiramos tanto os personagens, porque as relações que eles criam entre si nos atraem, porque queremos ter laços profundos com as pessoas que estão ao nosso redor.

Seria isso a carência do século XXI? Talvez, mas o anime/mangá explorou bem este lado.

Oras, amigos são assim mesmo, sempre estão querendo o nosso bem, sempre esperam o melhor de nós e sempre estendem suas mãos quando precisamos (principalmente quando caímos). E Sasuke, embora não soubesse, possuia amigos, porque Naruto possuia amigos. Afinal, o primeiro que reconheceu em Naruto um amigo foi Sasuke (e Sakura - mas ele a gente nem pode contar muito).

Acho que a pessoa que mais se sacrificou pela Vila foi Naruto, mas ele jamais teria chego onde chegou sem Sasuke, sem sua amizade e sem suas diferenças, pois ele buscou ficar forte para ser capaz de trazer Sasuke de volta. 

Então, eu acredito que há uma lição primordial a se apender com Naruto: que a amizade é a maior força que se pode ter, ela é responsável por sua determinação e sua vontade.

A amizade é algo que não se conquista, é algo que se desenvolve, aos poucos, com pequenos atos que vão se acumulando aos poucos e no dia a dia; são pequenas linhas vermelhas que vão se ligando entre as pessoas e formando uma teia tão poderoso que nem mesmo o tempo pode mudar. 

E aí? Você tem bons amigos? Amigos que arriscariam tudo por você?




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta