Situações que ocorriam em FLIPERAMAS

Confere aí!

18/03/2015 Última edição em 18/03/2015 às 00:00:00

Nos tempos modernos, são cada vez mais escassos estes tais de fliperamas, lojas totalmente dedicadas a games e que possuíam todos os tipos de jogos, além de várias máquinas de árcade que faziam muitas crianças e marmanjos passarem horas e horas de pura diversão. Hoje, os consoles e microcomputadores estão transformando alguns jovens em pessoas mal-educadas e antissociais, enquanto antigamente, no tempo do fliperama, a coisa era bastante diferente. Posso afirmar que quem teve o prazer de inserir uma ficha no árcade de um fliperama sabe o que realmente é “jogar um jogo”.

Para caracterizar os tempos antigos, faço um top 18 de fatos que somente ocorriam em um fliperama.
 

- Ambiente hostil
Somente era considerado um bom fliperama aquele que ficava nos fundos de um bar sujo, escuro e com pouca ventilação. O dono do boteco sempre era um senhor mal-humorado que enquanto servia uma pinga pra alguém gritava “Ó O BARULHO AÊ, CRIANÇADA DO C…”.

- Não importava onde ou quando você  jogava, sempre aparecia um moleque pra dizer “deixa eu pegar 1 round”, “eu posso te ensinar uns truques neste round”, “vou entrar contra se não me deixar jogar”.

- Sempre tinha aquele cara que era o melhor jogador, mas só espera você colocar a ficha para poder jogar contra e te tirar do fliperama ou ganhar todas as tuas fichas.

-  Quando você chegava ao chefão de algum jogo, todo mundo ficava ao seu lado torcendo só pra ver como era o final, mas geralmente tinha aquele que pedia pra jogar algum round quando você perdia o primeiro.

- Com certeza, você jogou por muitas horas o jogo de árcade e do Super Nintendo Sunsetriders, e provavelmente olhou este lindo pôr do sol.

- Você tentou de todas as maneiras inserir algo na máquina para poder jogar, ou então inventava histórias pra poder conseguir dinheiro da sua mãe pra ir jogar.

- Quando jogava Street Fighter, sempre tinha aquele que lá de longe gritava “dá Radouken”, e muita das vezes era algum bêbado que estava enchendo a paciência.

- Matava aula pra poder jogar Marvel Vs Capcom, porém vestia a camisa da escola do avesso pra "ninguém perceber” e, com certeza, acabava muitas das vezes sendo buscado por sua mãe dentro do fliperama.

- Sempre tinha aquela pessoa que era tão ruim em jogos que falava que você era muito “apelão”, ou tinha aquele que sempre te chamava de “pato”.

10º - A primeira vez que você viu violência de verdade foi quando Mortal Kombat chegou ao fliperama que você frequentava. E ainda aprendeu muitos fatalitys sozinho ou com algum amigo que viu em uma revista de games e te ensinou, ou seja, este amigo te ensinou batendo muito em você.

11º - A coisa mais difícil de fazer era aquela Tela Branca do Akuma, ou o fatality do Scorpions.

12º - Quando você chegava ao chefão, era obrigatório secar o suor das mãos.

13º - Sempre fazia vaquinha com a galera para comprar uma Tuabina e pão de queijo.

14º - Você chegou a achar que todos os caras mais velhos fumando podiam usar o CINZEIRO que ficava entre os controles.

15º - Aguardava ansiosamente pela continuação da The King Of Fighters, e achava que o árcade de Kof 97 e 2002 eram os melhores em jogabilidade.

16º - O bom de estar em um fliperama era o fato de que não havia mulheres ali para atrapalhar, a não ser na saída da escola, quando tinha alguma menina que gostava de jogos e queria aprender a jogar, e neste momento todo mundo ensinava com prazer jogar Street Fighter ou The King Of Fighters 97.

17º - Zerar Metal Slug foi, por muito tempo, seu maior objetivo de vida, e os jogos da Capcom a sua filosofia de vida.

18º - O principal motivo para não se arrepender de ter entrado em um fliperama é que o ambiente encontrado formou seu caráter.


Finalizando com esta matéria nostálgica, queria dizer a você que jogou dentro de um fliperama, assim como eu, que poderá até perceber que está velho, mas, mesmo assim, quando acha alguma lojinha com árcade ainda corre para matar a saudade, sem importar qual jogo irá jogar.




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta