Se prepara Otaku saudosista, o ano de 2020 será para você!

Esse ano de 2020 vem com tudo, e nós, os Otakus, seremos agraciados com novidades de obras aclamadas (e muito amadas no Brasil)!!!

07/01/2020 Última edição em 27/01/2020 às 08:59:02

Kon'nichiwa queridos leitores!!! Venho, por meio desta, trazer algumas grandes novidades dos animes em 2020! Sabe quando bate aquela saudade daquele anime predileto, ou de um anime que marcou época e já reprisamos milhares de vezes? Pois bem, alguns deles receberão novas produções esse ano, tanto em anime televisivo, quanto em mangás. Segue as melhores surpresas anunciadas no final de 2019 e em janeiro de 2020:

1. A volta de Dragon Quest Dai no Daibouken (no Brasil, conhecido como Fly, o Pequeno Guerreiro)

Escolhi redigir primordialmente o retorno de Dragon Quest Dai no Daibouken, pois, é o meu anime favorito (em especial o mangá, o qual li os 37 volumes em 2013), inclusive o meu nickname na Rede Blast Hero Avan é em homenagem ao personagem Aban de Jinuar III (Avan de Jinuar III) o mestre dos heróis principais da história. Essa maravilhosa obra, inspirada por Dragon Quest III jogo lançado em 1988 pela Enix, teve sua estreia em mangá em 1989 pela Weekly Shōnen Jump e sua adaptação para anime em 1993 pela Toei Animation. Infelizmente a Toei Animation não cumpriu os acordos pré estabelecidos com a Enix que exigiu o cancelamento do anime (que teve apenas 46 episódios, deixando o desenvolvimento do anime em 1/3 em relação aos acontecimentos do mangá).

Capa do primeiro volume de Dragon Quest Dai no Daibouken!

Poster do anime Dragon Quest Dai no Daibouken.

Uma curiosidade espetacular em relação ao Dragon Quest é que dois ícones japoneses, um mangaká e o outro maestro, são responsáveis pela área de produção artística e pela trilha sonora do jogo. São eles: Akira Toriyama (famoso mundialmente pelos animes Dragon Ball e Dr. Slump) como diretor de arte, e Koichi Sugiyama (um dos maiores maestros da história do Japão) como compositor chefe. Os dois trabalham na fraquia desde quando fora lançado o primeiro Dragon Quest.

Esse é o gênio por trás da trilha sonora de todos os Dragon Quest, inclusive do anime, o maestro Koichi Sugiyama.

E esse, o mais popular mangaká da história do Japão, é o ilustrador chefe de Dragon Quest, Akira Toriyama (observação, o mangá e anime de Dragon Quest Dai no Daibouken fora ilustrado pelo mangaká Kōji Inada).

Após esse curto relato, vamos ao que interessa. Nesse ano, em 2020, após o grande sucesso de Jump Force em 2019, jogo de luta que permite que o gamer possa utilizar diversos personagens de animes lançados pela editora Weekly Shōnen Jump, e que disponibilizou Dai como personagem jogável, teremos um novo anime de Dragon Quest Dai no Daibouken. No ano passado, especificamente no dia 21 de dezembro, durante o grandioso evento Jump Festa 2020 (Janpu Fesuta 2020), a Toei Animation, em parceria com a Square-Enix, anunciou um novo anime nominado de "Dragon Quest: The Adventure of Dai", com previsão de estreia para outubro desse ano. Por enquanto não temos maiores detalhes, porém, um trailer oficial foi disponibilizado durante o evento (segue abaixo).

 

Trailer oficial do novo anime Dragon Quest: The Adventure of Dai.

 2. A volta de Saint Seiya Next Dimension, a continuação canônica de Cavaleiros do Zodíaco

 Mais um anime venerado no mundo todo, em especial, em terras tupiniquins, Saint Seiya, ou Cavaleiros do Zodíaco como conhecemos desde a extinta Rede Manchete (que lançou o anime no Brasil em setembro de 1994), está na ativa até os dias atuais. Seja por spin-offs (como o anunciado pela Akita Shoten, para 2020, nomeado de Saint Seiya Final Edition em mangá), adaptações (como o da Netflix, com segunda temporada prevista ainda para janeiro de 2020) ou relançamento de filmes (como o Saint Seiya: Soul of Gold/Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro que ganhou versão dublada e organizada por Gilberto Baroli, o famoso dublador de Saga de Gêmeos, e será lançado nos cinemas brasileiros em março de 2020), esse é um dos animes que mais agitam os otakus saudosistas de nosso país.

A controversa adaptação de Saint Seiya produzida pela Netflix (destaque para a tampa de bueiro, que foi o melhor personagem da primeira temporada da série).

O que a maioria dos fãs já sabe é que existe uma continuação após a saga de Hades, canônica, produzida por Masami Kurumada. Com o nome "Saint Seiya: Next Dimension", lançado em 2006, o mangá conta a história pós-guerra santa contra Hades, em que Seiya se encontra entre a vida e a morte, devido ter sido golpeado no coração pela espada de Hades e a reencarnação de Athena, Saori Kido, procurando uma solução para salvar seu amado cavaleiro de Pégasus. A trama vem se desenrolando, desde lá, com períodos de hiato devido a frágil saúde de Kurumada e seus outros compromissos. Hoje, em seu 12º volume, produzido em 2018, o anime está parado a quase 2 anos, deixando seus fãs ansiosos pela continuação. Para a alegria desses, o mestre Kurumada anunciou que o lançamento do 13º volume de "Saint Seiya: Next Dimension", ocorrerá no verão japonês de 2020 (entre junho e setembro).

 

A capa do volume 12 de Saint Seiya: Next Dimension, lançado em 2018 (destaque para Odysseus, o 13º cavaleiro de ouro, da constelação de Ophiuchus/Serpentários que está na capa do mangá).

 3. Teremos uma nova história de Death Note nesse ano de 2020

 O anime/mangá responsável por popularizar o gênero psicológico, querido em todo o mundo, e com uma das tramas mais bem trabalhadas por um mangaká, estará de volta em 2020. Ele mesmo, Death Note!

Depois do sucesso que fez como mangá, de 2003 à 2006, a trama em 12 volumes escrita por Tsugumi Ohba e ilustrada por Takeshi Obata, recebeu adaptação para anime em 2007. Foram 37 capítulos, cheios de ação, suspense e fundos filosóficos que fizeram desse anime um sucesso instantâneo. O jovem estudante do ensino médio, Light Yagami, em um dia como outro qualquer, entediante, vê um livro caindo da janela de sua sala de aula e vai até o lado de fora da escola para dar de cara com o misterioso caderno “Death Note”. Após conhecer o guardião do caderno, o Shinigami (deus da morte) Ryuji, começa a entender a complexidade dos poderes daquele misterioso artefato. Com a intenção de livrar o mundo das forças do mal (bandidos, políticos corruptos, pessoas “más”, etc.), Light começa a escrever o nome de pessoas perversas no caderno e essas pessoas começam a morrer. Devido as mortes inexplicáveis que se sucedem, é aberta uma investigação no núcleo de inteligência japonês, para desvendar quem era o serial killer que recebeu a alcunha de Kira. A polícia consegue pouco progresso, até que entra em cena o genial detetive L, que começa uma busca implacável pelo Kira.

Essa é a capa do volume 1 do mangá Death Note, publicada pela Shonen Jump Advanced.

Essa obra ficou tão popular, que já tivemos filmes (inclusive um live-action lastimável da Netflix, lançado em 2017 pela referida plataforma stream), série live-action e light novels. Para a alegria dos fãs, cansados de esperar por uma continuidade do anime, foi anunciado no começo desse ano pela Jump SQ a tão aguardada novidade. A continuação da obra será um one-shot em mangá, de 87 páginas, e será publicado em fevereiro pela Jump SQ. Tudo isso, escrito pelos autores originais, Tsugumi Ohba e Takeshi Obata.


Anúncio do novo one-shot de Death Note, que será publicado em fevereiro pela Jump SQ.

Sabendo disso, já podemos considerar 2020 como um grande ano para os "Old Otakus". Além das obras nostálgicas que serão lançadas, veremos muitas outras grandes obras serem disseminadas pela Crunchyroll, Netflix e Prime Video, no Brasil. Até a próxima matéria  amados leitores! Arigatou gozaimasu!!!




1 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Konekomaru
5 meses atrás
Parabéns heno avan pela matéria!