Resident Evil Village pode nos surpreender

Um dos grandes lançamentos de jogos para 2021 é Resident Evil: Village - Game que tem criado grandes expectativas para o seu lançamento, mas tem mostrado potencial para até mesmo excedê-las.

29/04/2021 Última edição em 29/04/2021 às 16:42:38

Durante um bom tempo, a saga Resident Evil estava em uma baixa inacreditável. O quinto e sexto jogo da série principal, apesar de terem conseguido vender bem, não agradaram boa parte dos fãs e tornaram-se grandes decepções. A Capcom parecia ter perdido a mão com a franquia, transformando o que no passado era uma série focada no terror e sobrevivência numa saga de jogos de ação completamente desconexos.

Foi em 2015, após vários jogos decepcionantes da franquia, que a Capcom realmente acertou em cheio com Resident Evil. Naquele ano, foi lançado Resident Evil: Revelations 2 - Sequência de um jogo com orçamento baixíssimo de 3Ds, que mesmo sem fazer parte da série principal de jogos, trouxe um pouco da essência de sua franquia de volta. Revelations 2 assim como seu antecessor, trouxe novamente a essência de Resident Evil de volta, mas agora para um público bem maior.

Mas mesmo após esse acerto, em 2016, a Capcom errou novamente, dessa vez com o lançamento de Umbrella Corps, um jogo Multiplayer que deveria ser uma comemoração aos 20 anos de Resident Evil. Umbrella Corps foi um fracasso absoluto, deixando os fãs novamente sem esperanças de um futuro melhor para a saga. Porém a situação mudou mais uma vez no ano seguinte, quando o mais novo jogo da série principal  foi lançado.

Resident Evil 7 era tudo que os fãs queriam para um jogo principal da saga. Depois de tantos games focados em ação com cenas absurdamente exageradas, enfim chegou uma produção que se focava no terror e na resolução de puzzles. Mas essas não foram as únicas mudanças que este jogo trouxe, RE7 também alterou a perspectiva de câmera padrão na franquia, que passou de terceira para primeira pessoa. Isso afastou alguns fãs, que acharam que a série havia perdido sua identidade, mas os que deram uma chance ao game foram surpreendidos com um Resident Evil extremamente parecido com os melhores e mais clássicos jogos da franquia.

Depois disso, também tivemos o lançamento dos Remakes de Resident Evil 2 e 3. A nova versão do segundo jogo foi absurdamente aclamada, já a do 3 nem tanto. O Remake de RE3 foi considerado um bom jogo, mas era evidente que faltou orçamento e tempo de desenvolvimento, pois várias partes do game original estavam cortadas ou completamente mudadas no Remake, o que deixou uma impressão muito ruim, mas passou longe de acabar com a boa reputação que a franquia estava conseguindo nos últimos anos.

E então chegamos no próximo lançamento da série: Resident Evil Village – Uma sequência direta dos acontecimentos de Resident Evil 7. O protagonista do sétimo game, Ethan Winters, estará de volta para protagonizar esse novo título, mas dessa vez, também teremos a presença de um rosto conhecido na franquia: Chris Redfield. Não se sabe bem como será sua participação na história, mas o material de divulgação do jogo vem apontado para uma mudança de lado de Chris, que agora parece ser um vilão.

Resident Evil Village tem gerado muita expectativa, afinal RE7 foi um jogo incrível. Mas essa não será uma simples sequência, muitas novidades virão com esse novo game, o que deve surpreender positivamente os fãs. Para começar, teremos aqui cenários muitos mais amplos do que em Resident Evil 7, vamos poder explorar a vila que dá título ao game e também o gigantesco castelo onde boa parte do jogo irá se passar. Um sistema de caça aos animais presente no game já foi confirmado, o que deve ampliar bastante as possibilidades de exploração do jogador.

Aqui também teremos bem mais ação do que no jogo anterior, mas pelo que tem sido mostrado, não será nada exagerado como em RE 5 e 6. As inspirações para Village vêm diretamente do aclamado Resident Evil 4, então podemos esperar que tenhamos uma mistura da ação do quarto jogo, com o clima de terror do sétimo. É uma proposta muito interessante, que se for bem executada, pode render uma campanha épica e assustadora.

Também vamos ver um grande desenvolvimento de Ethan nesse jogo. Em Resident Evil 7, o protagonista não falava quase nada e era muito difícil de se relacionar, mas agora parece que isso vai mudar e Ethan finalmente terá mais personalidade. E já que teremos a presença de Chris Redfield, nada impede que personagens de outros games apareçam aqui, possibilitando interações entre protagonistas dos títulos anteriores e Ethan.

Outro ponto de Village que também pode exceder as expectativas de todos é a ambientação. Em tudo que foi mostrado, vimos uma atmosfera formidável, composta por gráficos sensacionais e vários tipos de inimigos. Neste oitavo jogo, teremos até o que se parece com Lobisomens, o que não é bem o que esperamos para Resident Evil, mas vindo de uma série onde desde o princípio, existiam armas biológicas criando coisas como cobras gigantes, nada para se criticar aqui.

Mas é claro, não podemos ficar completamente hipnotizados pelo que foi divulgado pela Capcom. Estamos falando de uma empresa que visa o lucro, então infelizmente é possível que estejamos sendo enganados por um Marketing muito bem feito. O que nos resta é esperar pelo lançamento de Resident Evil: Village no dia 7 de maio deste ano, para enfim sabermos se este será mais um acerto da franquia.




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta