O futuro da Marvel realmente é no streaming?

WandaVision é um sucesso. Falcão e o Soldado Invernal promete! Mas e o cinema? Onde fica?

16/02/2021 Última edição em 04/03/2021 às 14:57:56

Desde o ano de 2008, com o primeiro filme do Homem de Ferro, o Universo Cinematogáfico Marvel (UCM) passou por muita coisa: de troca de atores até a obliteração de metade do universo.  Piadas à parte, precisamos admitir que a organização de Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, é louvável.  "O futuro é 100% o streaming". Essas foram as palavras de Feige sobre o UCM, mas ainda assim surge a dúvida: será que realmente Vingadores e companhia vão migrar totalmente e em definitivo da telona para a telinha?

A renomada revista Forbes recentemente divulgou um relatório informando que WandaVision é a série número 1 do momento, tanto em audiência quanto em engajamento nas redes sociais digitais. A produção estrelada por Elizabeth Olsen e Paul Bettany está se mostrando um sucesso maior que o esperado, o que pode servir como combustível para que os "engravatados" queiram de fato tornar as produções do streaming o novo centro do Universo Marvel.

Por conta de sua proposta, WandaVision é uma produção que só poderia dar certo em formato série para streaming. Imagem: Divulgação.

O merecido sucesso da bizarra série da Feiticeira Escarlate e do sintozóide Visão vem por conta de sua qualidade cinematográfica, mas também por seu formato. Com cerca de um mês em cartaz, filmes já perdem força. Porém, com um mês em exibição semanal, WandaVision só cresce (mesmo enfrentando certa resistência de uma parcela de fãs acerca do modelo escolhido). 

As primeiras pistas de uma possível inserção dos X-Men ou do Quarteto Fantástico estão vindo por meio dessa série e não por meio de um longa metragem. Até mesmo o épico caminho até o novo Capitão América não será via filme, mas sim via streaming. Falcão e o Soldado Invernal logo logo vai chegar e, no embalo de WandaVision, é certeza de sucesso. Aliado a isso, temos a informação de que o Disney Plus, em pouco mais de um ano, chegou a aproximadamente 95 milhões de assinantes pelo mundo, meta que a empresa do rato previa alcançar depois de meia década estando no mercado. Tudo isso, aparentemente, demonstra que colocar o futuro da Marvel totalmente no Disney Plus não é uma má ideia. 

Falcão e o Soldado invernal é a segunda aposta da Marvel no streaming. Imagem: Divulgação.

Porém, o streaming não é tão acessivelmente democrático como querem passar. Para se ter o Disney Plus (assim como os outros serviços semelhantes), é necessário, além de conexão com a Internet, ter um dispositivo (celular, computador, Smart TV), e é fato que nem todas as residências têm essas condições. Sempre teremos a opção de assistir na casa de um amigo ou amiga, mas em tempos de pandemia, distanciamento social é prioridade (ou pelo menos deveria ser). Os ingressos de cinema não são nada baratos, mas pelo menos têm a vantagem de não precisarem de condições equipamentárias para serem adquiridos. 

Tomando como base os filmes Mulan e Soul, é possível fazer expeculações quanto ao futuro. A casa do Mickey de fato está se mostrando satisfeita com os resultados do streaming, tanto é que se sentiu segura para lançar os dois longas lá (no caso de Mulan, foi lançamento simultâneo em cinema e streaming). Mas seja por confiança em excesso quanto a arrecadação ou medo de desperdício de potencial, o filme Viúva Negra está mantido no calendário de lançamentos em cinemas. 

Mas enfim, o futuro das produções da casa das ideias vai ser totalmente ancorado no streaming? Talvez. Isso apenas o tempo dirá. Fato é que uma das maiores características do UCM é sua expansão contínua, e uma série tem muito mais tempo de tela para aproveitar essa característica do que um filme.  Mas cinéfilos e cinéfilas em todo o mundo clamam pela melhora da situação atual e a consequente reabertura dos cinemas, mesmo sendo assinantes de streamings. Qual a explicação para isso? Teorias não faltam, mas a certeza é que o cinema é muito mais que tela gigante, som alto e cheiro de pipoca. Ir até eles é um evento e frequentá-los é quase um estilo de vida. O cinema vai morrer? Não se nós pudermos evitar. Cinéfilos! Avante!




2 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Joke
8 meses atrás
Acho que é super interessante a Marvel desenvolver histórias e personagens em séries via streaming, mas acho que ela não deve deixar de lado o cinema, como o @Jota comentou, um não substitui o outro, eles se complementam, são formatos diferentes que contam histórias de formas diferentes, e nós somos privilegiados de podermos estar curtindo isso tudo em primeira mão
Jota
8 meses atrás
Eu acho que é no Streaming onde a Marvel deve ir desenvolvendo tramas que vão tomar mais formas no filme, mas acredito que os longas do UCM devem continuar firme e forte. Para Star Wars que acredito que as séries vão continuar o universo, com os filmes sendo histórias mais isoladas e fechadinhas