Journey: esse jogo é um clássico!

Confira a análise de um fã de jogos diferentes e seus pensamentos sobre o clássico de 2012 dos videogames, Journey.

13/08/2020 Última edição em 13/08/2020 às 09:28:51

Quando você vê Journey pela primeira vez, percebe que é um jogo bonito, mas misterioso. É nisso que ele quebra as expectativas (como as minhas), pois não é só um jogo bonito artisticamente por ser, ele tem vários significados ocultos e uma relação com a situação atual da quarentena. Acompenhe agora meus pensamentos sobre esse clássico dos videogames que merece um olhar maior.

Journey não chamou a atenção dos gamers por não ser um jogo de ação. É um jogo em que o que você faz pela maior parte das 3 horas de duração de todo o game é andar. Sim, andar!

Você anda por cenários desérticos, cenários de neve ou desolados, mas todos lindos. Às vezes, você encontra inimigos voadores e precisa se esconder deles para não ser atingido pelos seus ataques. Outras vezes, você encontra pedaços de tecido que fazem o seu personagem voar por um breve tempo, e é isso, mas é claro que não é só isso.

Jenova Chen, criador de Flower, utilizou o design por subtração, criado pelo mestre Fumito Ueda no jogo ico, de 2001, que consiste em eliminar tudo que não é necessário para o jogo e só focar no que é importante. Normalmente, esses jogos tratam de solidão, e Journey trata isso com maestria.

Quando você joga sozinho, você sente a solidão do personagem, ele nem mesmo tem um nome. Jenova Chen queria que você se sentisse dentro do mundo, por isso não há diálogos, não há monólogos, você tem a simples missão de entrar na Jornada. E se eu disse que esse jogo representa a solidão, não é bem assim. Se você estiver conectado à internet, alguns jogadores aleatórios vão aparecer no seu jogo, e eles podem te ajudar te empurando, fazendo você voar. E essa é uma das melhores coisas que esse jogo faz, ele não faz você ficar triste, sozinho em um mundo abandonado, ele te faz sentir que é alguém, alguém que precisa de ajuda em sua jornada, assim como a situação atual, a quarentena, em que nos sentimos sozinhos o tempo todo, querendo que a situação fosse diferente, mas esquecemos do mais importante, que são as pessoas ao nosso lado, pessoas que não desistiram de nós, que não desistiram de nos ajudar na Jornada da nossa vida, e é isso que eu penso de Journey.

Obrigado por ler até aqui. Até a próxima!




1 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Joke
1 mês atrás
Esse jogo é incrível, fiz a jornada diversas vezes, em várias encontrei outras pessoas que me acompanharam por um tempo ou eu as acompanhei mas que acabavam desconectando, porém teve uma pessoa que eu comecei a jornada desde o inicio e nós fomos juntos até o fim, exploramos o mapa, passamos por todos os desafios e no final, a vontade que dava era de ficar ali, naquele caminho rumo ao fim, ambos apenas emitindo os sinais sonoros, pelo resto da madrugada, nunca conheci a pessoa, mas foi uma das melhores experiências que já tive no mundo dos jogos. Recomendo sempre que me perguntam sobre Journey.