Jogos Difíceis e onde habitam

Os jogos difíceis parecem atrair o gosto de um público alvo específico, e diferente de um jogo casual, vão exigir muito mais do nosso tempo e habilidade. Também são projetados de uma maneira que sejam divertidos sem se tornarem cansativos.

22/01/2021 Última edição em 22/01/2021 às 23:09:47

Alguma vez você já jogou um jogo que fosse realmente difícil? Dependendo do gênero, jogos difíceis podem ser aqueles jogos onde perdemos várias vezes seguidas até nos acostumarmos com o ritmo do jogo ou aqueles onde levamos algum tempo para conseguirmos solucionar os quebra-cabeças. Existem diferentes estilos de jogos assim que se tornaram conhecidos e alguns foram tão inovadores que definiram um novo estilo, como é o caso de Demon’s Souls que trouxe à luz o gênero Souls-like, lançado em 2009 para o PlayStation 3 e que também conta com um remake disponível para o novo PlayStation 5.

Demon's Souls (à esquerda) e Shadow of the Colossus (à direita)

Alguns jogos são mais sutis ao se apresentarem como um quebra-cabeças, embora eles estejam lá, e você só os percebe como tais depois que se passam algumas horas até que consiga encontrar uma solução para resolver o problema. Shadow of the Colossus, por exemplo,  parece ser um jogo de aventura comum com um design focado em salvar a donzela em apuros, o tipo de enredo clássico  que costuma funcionar muito bem,  mas na verdade é um puzzle com muitos quebra-cabeças, e dependendo do nível de dificuldade que selecionamos no jogo, a situação de localizar os pontos fracos dos Colossus e escalar as diferentes regiões deles se torna verdadeiramente desafiadora, sem mencionar que só lutamos contra boss neste jogo, o que por si só já destaca o nível de dificuldade da obra.

Os clássicos também têm a fama por apresentarem um nível de dificuldade elevada, como na época do NES, e em parte isso talvez se deva pela falta de recursos que havia na época, o que levava os projetistas a elaborarem um design menos rico do que os que passamos a encontrar futuramente, embora isso não impedisse que os jogos fossem divertidos de jogar. Um exemplo são aqueles jogos de plataforma onde tínhamos fases que empurravam o personagem para frente  sem opção de retorno e em que o caminho para avançar ia surgindo aos poucos, onde pulávamos na plataforma seguinte antes que fosse tarde  demais e caíssemos nos spikes, em algum precipício ou em um rio de lava. Também temos aqueles jogos como Contra e Alex Kids onde o personagem morria com apenas um único ataque, o que nos forçava a não entrar em colisão com os adversários senão era Game Over.

Hades da Super Giant foi lançado no ano passado como um Roguelike e levou o prêmio de Melhor Jogo Indie na Game Awards 2020. É um jogo verdadeiramente difícil de progredir, onde morremos inúmeras vezes, avançando por labirintos com hordas de adversários e armadilhas que precisamos superar para escapar do submundo. O que chama atenção neste jogo é a alta taxa de replay. Embora o jogador jogue várias e várias vezes, o game não é repetitivo e desperta vontade de continuar jogando com a esperança de escaparmos. Isto também se deve pelo fato de estarmos evoluindo e nos tornando mais fortes a cada nova tentativa, sem falar da variedade de equipamentos e ataques que acrescentam uma ótima variação na jogabilidade, incluindo a coleta de artefatos mágicos e a ajuda dos deuses do Olimpo que recebemos durante a nossa aventura.  

Jogos difíceis parecem atrair o gosto de um público alvo específico, e diferente de alguns jogos casuais que são ótimos passatempos, títulos como Hades e Demon's Souls vão exigir muito mais esforço do jogador e são projetados de uma maneira que conseguem despertar uma vontade bem grande de continuarmos jogando sem que a situação se torne cansativa por ser repetitiva. Os jogos difíceis habitavam no passado nos consoles retrô, como o NES, SNES, Master System e Mega Drive; estão presentes no universo dos estúdios independentes, incluindo títulos como Hades e Limbo. E a própria  indústria Triple A vem se esforçando através dos remakes que lança para mantê-los vivos nos consoles da nova geração.

E quanto a você, já jogou algum jogo que fosse realmente difícil?




1 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Jota
8 meses atrás
O chato dos jogos difíceis atuais são que a maioria tem que ter logo em sua proposta a ideia de ser difícil. Poucos são aqueles que são jogos normais que simplesmente são mais complicados de se finalizar