Conheça alguns jogos de RPG com customização de personagem

Confira a lista que separamos com jogos do gênero RPG com a possibilidade de customização total de personagem.

28/07/2020 Última edição em 28/07/2020 às 22:25:29

Não é nenhuma novidade que uma boa parte dos games hoje possuem elementos do gênero de RPG, como sistema de classes e uma narrativa épica girando em torno de um personagem principal. E com razão! Desde do início com os RPGs de mesa, a categoria cativa cada vez mais público, com jogos como The Witcher, Final Fantasy, e Assassin’s Creed.

Nesses exemplos, o personagem jogável já vem pronto. Contudo há alguns títulos que permitem que o próprio jogador crie o seu, variando desde aparência a até mesmo escolha de background do personagem (o que para mim, torna o game muito mais interessante). Separamos alguns títulos para quem ficou interessado em conhecer esse vasto mundo de criação de personagem:

Saga Dragon Age

Começamos a nossa lista com um clássico com temática medieval, tendo uma série de três jogos, sem contar as DLCs: Dragon Age. A franquia é focada no continente Thedas, e conta histórias sobre várias nações durante diferentes Eras. A série é nomeada pela Era em que se passa a maior parte do tempo, a Era do Dragão. Os jogos principais são Dragon Age: Origins, Dragon Age 2 e Dragon Age: Inquisition, sendo este o que ficou mais conhecido nos últimos anos.

É possível modificar a classe do personagem principal, além do sexo, raça, aparência e história por trás do mesmo em todos os jogos da franquia, contudo em Dragon Age 2, o sistema é mais limitado - no qual foi muito criticado na época.

 

Saga Souls

Com certeza você já ouviu falar de Dark Souls, sendo conhecido pela sua alta dificuldade para até mesmo os jogadores mais experientes. O que muitos não sabem é que Dark Souls não é o primeiro jogo da franquia, mas sim Demon’s Souls, lançado em 2009 para PlayStation 3. A saga ainda tem outros cinco jogos, o próprio Dark Souls, Dark Souls II, Bloodborne, Dark Souls III e Dark Souls Remastered.

Além do sexo e aparência do personagem principal, os jogadores podem escolher a classe, idade e também seu burial gift inicial, um item utilizável que oferece benefícios únicos, como aumento de HP, aumento da sorte e até mesmo encantamento de fogo para as armas.

Saga Fallout

Saindo um pouco da temática medieval, temos a franquia Fallout, no qual acontece durante o século XXII, porém com uma atmosfera retro futurista da década de 1950, causando assim divergências tecnológicas em comparação a nossa realidade. Há cinco jogos na franquia, sendo eles Fallout, Fallout 2, Fallout 3, Fallout: New Vegas e Fallout 4.

Assim como The Elder Scrolls V: Skyrim, nenhum dos jogos possui sistema de classe, contudo o jogador recebe pontos para serem distribuídos em vários atributos, como Força, Sorte, Carisma, entre outros. E claro, também é possível mudar sexo e aparência, apesar de limitado e ultrapassado se comparado a outras franquias citadas anteriormente.

Saga Mass Effect

Ainda na pegada futurista, temos a tão clamada franquia de Mass Effect. A trilogia original gira em torno do Comandante Shepard e sua missão de salvar a Via Láctea de uma raça de seres mecânicos conhecida como Reapers e seus seguidores. Ainda há um outro jogo mais recente da saga, Mass Effect: Andromeda, lançado em 2017.

Seguindo a linha de Dragon Age, podemos também escolher o background de Shepard, além de sua aparência e sexo. A classe funciona diferente das demais, tendo como molde variações entre habilidades em Combate, Tecnologia e Biotecnologia.

Cyberpunk 2077

Este com certeza é um dos jogos mais esperados do ano. Está previsto para ser lançado no dia 19 de novembro, contudo por causa da pandemia, não será uma surpresa se o game sofrer mais um adiamento. O jogo é ambientado em Night City, uma megalópole obcecada por poder, glamour e biomodificações. O jogador entrará na pele de V, um mercenário fora da lei atrás de um implante único que carrega a chave da imortalidade.

O título segue os moldes de customização de Dragon Age e Mass Effect, mas ainda não ficou claro se a escolha do passado do personagem afetará a progressão do jogo em si, como por exemplo com linhas de diálogos únicos ou missões exclusivas.

Vampire: The Masquerade – Bloodlines 2

Baseado em um famoso RPG de mesa chamado Vampire: The Masquerade, este jogo possui um cenário diferente dos citados anteriormente. Como o próprio nome já diz, o jogador entrará num mundo de vampiros, com vários clãs no qual ele pode se aliar. O game tem previsão para sair ainda este ano, mas não tem uma data certa.

Ao contrário do título antecessor, Vampire: The Masquerade – Bloodlines 2 contará com sistema de customização de personagem, além da escolha de atributos e de clãmuito importante na trama, uma vez que cada clã possui personalidades e motivações distintas entre si.

Lembrando que nesta lista, deixei de mencionar jogos exclusivamente de multiplayer ou online, além de títulos mobile. Também vale a pena fazer uma menção a franquias como o próprio The Elder Scrolls, The Outer Worlds - que ficou muito conhecido ano passado - e Dragon's Dogma – que terá um anime lançado pela Netflix no dia 17 de setembro ainda deste ano.

E aí? Se interessou por algum jogo? Se você já jogou se pretende adquirir algum desses games? Conte um pouquinho para nós nos comentários :D




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta