Bethesda anuncia série de Fallout com a Amazon Prime Video

Em parceria com a Amazon Prime Video, Bethesda anuncia produção de série sobre Fallout com os mesmos produtores de Westworld.

06/07/2020 Última edição em 06/07/2020 às 10:42:32

Games nas telas, mas de outra forma

Há alguns anos o cinema e os serviços de streaming viram um constante crescimento em obras adaptadas da literatura. De grandes sucessos de bilheteria como O Senhor dos Anéis a seriados adolescentes como Gossip Girl, cada vez mais as adaptações ganhavam espaço, tornando-se sinônimo de altos faturamentos em relação aos roteiros originais para a TV e o cinema. Com a chegada das adaptações das HQs americanas e mangás japoneses, acompanhamos uma nova onda de adaptações, e ao que parece, atualmente seremos introduzidos a uma terceira, a dos games.

De Castlevania à The Witcher, a Netflix foi o serviço de Streaming que melhor aproveitou as adaptações de jogos eletrônicos. Atualmente, o serviço já conta com outros projetos ambiciosos em produção, como é o caso da série animada de Magic The Gathering, com participação dos Irmãos Russo, diretores de Os Vingadores: Ultimato, e também com a produção de uma série para a famosa franquia dos RPGs, Diablo.

Um dos jogos mais esperados da atualidade, Cyberpunk 2077 não possui nem mesmo uma data definida para ser lançado pela CD Project Red, mesma empresa por trás da série The Witcher, mas já possui confirmação de série animada sendo produzida para a Netflix.

Com tantos projetos em andamento provenientes desta indústria, não seria de se espantar que outros serviços de streaming começassem a trilhar os mesmos caminhos. Recentemente, foi o que ocorreu por meio de um anúncio da Amazon; uma série baseada na franquia de RPGs da Bethesda, Fallout, foi confirmada pela empresa de streaming recentemente e será produzida pelos mesmos responsáveis por Westworld, Lisa Joy e Jonathan Nolan.

Segundo o produtor executivo da Bethesda, Todd Howard, a ideia de se trazer Fallout para as telas não é nova, mas somente nas mãos de Joy e Nolan que o projeto finalmente tomou forma. Lisa Joy e Jonathan Nolan são nomes de peso dentro da Amazon quando o assunto são series. Com um contrato de aproximadamente U$200 milhões, a dupla também vem trabalhando em outro projeto, como a adaptação (mais uma) do romance The Peripheral, de William Gibson. Levando em consideração tanto os produtores quanto o investimento por trás do projeto, é de se esperar que Fallout seja uma das grandes atrações do Prime Video. A questão é, será que uma série de Fallout será o suficiente para tornar a franquia relevante novamente?

Um problema

Enquanto o game Fallout 4, lançado em 2015, teve uma nota consistente no mercado com boas avaliações da critica e uma nota satisfatória por parte da comunidade (mesmo apresentando um grande número de bugs ao longo da jogatina e tendo uma gameplay bastante confusa), Fallout 76, de 2018, não só falhou em corrigir os erros de seu antecessor, como o superou na quantidade de fracassos. Com uma péssima avaliação do público e da crítica, o último jogo da série Fallout persistiu no erro ao ser lançado com uma grande quantidade de bugs, mas também pecou com uma gameplay pouco criativa, história fraca e cansativa, falta de conteúdo diversificado e um notável fracasso ao tentar criar uma experiência multiplayer. O jogo não foi apenas criticado, como se tornou uma piada recorrente na comunidade dos jogos.

Isso levanta um questionamento. Seria este o momento ideal para se lançar uma serie de Fallout? Justamente quando a franquia está passando por um de seus piores momentos? Ou seria exatamente por isso que este seria um bom momento para lançar uma série sobre Fallout, para tentar limpar o nome da franquia e preparar o mercado para um próximo jogo, desta vez com seus erros devidamente aprendidos?

Hora de expectativas? 

No momento, nos resta aguardar para conferir os próximos capítulos desta história, mas vale usarmos como exemplo os eventos desencadeados pela série The Witcher. A adaptação para a Netflix não só foi um sucesso, como tornou o jogo novamente relevante para o mercado com um acréscimo de mais de 100% de jogadores pela plataforma da Steam, desde seu lançamento em 2015. O interessante a ser levado em consideração aqui é que The Witcher passou, sim por problemas de bug em sua fase inicial e também teve diversas reclamações sobre downgrade após seu lançamento, ou seja, sobre a perda de qualidade de sua capacidade gráfica de sua versão final comparada com os trailers e material promocional. Ainda assim, o jogo conseguiu reparar suas falhas ganhando não somente o prêmio de melhor RPG de 2015 como também de melhor jogo em seu ano de lançamento. Uma série bem executada do game apenas fortaleceu os pontos fortes deste game, pois ao instigar o público com uma boa narrativa, boa atuação e uma ótima produção os direcionou, quase que instantaneamente para o game novamente, e aos que não haviam jogado o título, os motivou a aproveitar seu preço já reduzido, tornando-o mais uma vez relevante (não que em algum momento tenha deixado de ser).

Caso Fallout lance este hype sobre a comunidade e se saia bem como série, nos resta a pergunta: qual título estaria esperando os novos e velhos fãs quando terminarem de maratonar a serie? Tratando-se da Amazon, é de se esperar que pelo menos algo divertido saia disso tudo, mas em se tratando da Bethesta, e em como ela tem se saído nos últimos anos, é preferível não se levantar muitas expectativas e apenas esperar para ver.




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta