Prepare seu chapéu, Cowboy!

Confere aí!

24/11/2015 Última edição em 24/11/2015 às 00:00:00

É dificil ser uma pessoa velha, porque quanto mais velha, mais você se importa com coisas velhas e mais gosta de coisas velhas... Mas aqui vamos nós, falando de um clássico (mais um)! E é Cowboy Bebop! Se você nunca ouviu falar, está na hora de conhecer.

Pense num anime de faroeste com naves espaciais, música de qualidade e drama e você terá um pouco do que é Cowboy Bebop.

A princípio, deixa eu dizer que é um dos animes com melhores traços dos últimos vinte anos, e digo isso sem medo de errar. Os traços são bem definidos e o anime flui muito facilmente. As cores e a música utilizadas trazem aquela sensação de agitação e angústia de maneira muito latente. É um excelente anime que possui, até certo momento da trama, capítulos independentes, mas nem todos. Por isso, recomendo assistir de maneira ordenada.

Um rápido resumo da história:

No ano de 2071, somos apresentados a uma nova maneira de viver, no espaço sideral! Neste ano, muitas mudanças ocorreram: a tecnologia evoluiu e a população da Terra migrou para outros planetas do Sistema Solar. A população aumentou consideravelmente e, com ela, o número de criminosos, no entanto, a polícia espacial não é capaz de dar conta de todos os bandidos, recorrendo ao auxílio de caçadores de recompensa, conhecidos como cowboys. Ao longo da série, conhecemos os personagens que darão o seu tom à trama, com violentas aventuras dos personagens principais: Spike, Jet, Valentine, Ed e Ein, que se reúnem devido a situações adversas nas vidas de cada um, todos na espaçonave chamada Bebop!

Apesar de ser ambientado em 2071, o clima é de faroeste e de uma caçada implacável. Estamos o tempo todo sentindo a movimentação dos personagens e descobrindo suas motivações, embora alguns pareceçam não possuir motivação alguma.

Cowboy Bebop foi influenciado por diversas vertentes da cultura americana, principalmente pelo Jazz da década de 1940, conhecido como Bebop, e filmes de ação de lutas como o Kung Fu, uma vez que o personagem Spike usa muito deste recurso para vencer seus inimigos, além da sua habilidade com armas de fogo. Além de haver referências o tempo todo de filmes americanos de faroeste.

E não é para reclamar não, para dizer algo diferente, conhecemos no anime três simpáticos velhinhos, cujos nomes são: Antônio, Carlos e Jobim! Quem diria que o criador de Cowboy Bebop, Watanabe, era fã de "Bossa Nova".

É fato conhecido, por sua vez, que Cowboy Bebop foi criado com o objetivo de narrar uma história que se passasse no espaço sem o uso dos "mechas" (robos gigantes), recurso muito utilizado em mangás shonen. O desafio era criar um ambiente no qual o ser humano fosse a chave para toda a trama, sem envolver demais as máquinas no processo. Podemos dizer que Shinichiro Watanabe não nos decepcionou.

O clime de "bang bang" que dá andamento no anime é muito conhecido, muito apreciado e muito difundido nos Estados Unidos, o que ajudou a alavancar o anime, que embora não tenha sido ovacionado no Japão, recebeu muitos fãs americanos, dando margem excepcional de aceitação do público em geral. Ademais, adicionar referências Pops como Rolling Stones foi uma excelente sacada do criador Watanabe.

Mas sem personagens de peso, não teriamos o sucesso que foi e é Cowboy Bebop. Vale destacar algumas questões (vou tentar evitar o spolier, ok?).

Primeiro, os personagens não são excepcionais. Tá são, mas não a ponto de você dizer que aquilo era impossível (não totalmente). Eles agem como você e eu agiríamos em determinada situação, motivo pelo qual o anime gera uma identidade com o público. 

Seguidamente, temos ele, o inigualável, Sipike Spiegel, um fumante tranquilo e compulsivo que milagrosamente não tem câncer. Enfim, ele é um caçador mais do que habilidoso e sua capacidade de conseguir recompensas até que não é tão ruim, embora ele viva sem dinheiro algum no bolso. Fato é que Spike, com seu passado misterioso, já fez parte de um grupo de mafiosos conhecido como Red Dragon. Os motivos pelos quais ele saiu daquela vida são, até o final, desconhecidos!

Um personagem que nos faz rir, embora sua figura seja mal encarada, é o Jet. Jet já foi da policia espacial, mas ele fez algo que não deu certo e acabou tendo que se afastar. Seu hobby? Cozinhar! Sorte do Spike!

E, em todo anime de faroeste, não podemos ficar sem a "mulher fatal", e ela está totalmente encarnada em Faeye Valentine, uma mulher que sabe seduzir e bem, que não é confiável! Como todo filme de faroeste! Sem contar que ela está devendo no cartório e não só no cartório, em muitos lugares! Quitar a dívida vai ser tarefa difícil!

Neste trio de "maus tipos", temos Ed, ou melhor, Edward Wong Hau Pepelu Tivrusky IV, uma garota genial! E Ein, seu cachorro, que bem, é muito inteligente também, sendo geneticamente modificado!


Bom, Cowboy Bebop é exatamente isso! Uma mistura divertida e dramática do bom faroeste e do Jazz... 

Mas vá sabendo, o final é triste!

Aproveite com moderação!




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta