Fanfic, um novo mundo de aventuras

Existem muitos mundos a serem explorados quando falamos de animes e mangás. Mas existem pessoas que querem ampliar ainda mais este mundo, criando suas próprias histórias utilizando personagens já existentes. Imagine como seria se aquele casal que você gosta não ficasse junto? Se aquele personagem que perdeu os pais, não tivesse perdido? Que as lutas não tivessem sido daquela forma? Isso mesmo, tudo é possível no mundo do fanfic e agora vamos te mostrar como este mundo é!

07/06/2018 Última edição em 07/06/2018 às 11:49:01

Fanfic, um mundo totalmente novo, dentro dos animes/filmes/séries já amplamente conhecidos (ou não).

Existem pessoas que gostam tanto de uma história que se tornam escritores dela de outra forma. Isto é, tomando para si personagens já conhecidos e de mundos já estruturados, passando a criar para estes personagens uma nova história, um novo mundo, ou quem sabe uma nova possibilidade.

Mas primeiro vamos explicar um pouco sobre o que é a “fanfic”.

Fanfic também grafada fanfiction ou, abreviadamente, fanfic. É uma narrativa ficcional, escrita e divulgada por fãs em blogs, sites e em outras plataformas da internet, sendo parte apropriação de personagens e parte criação própria. Normalmente esta apropriação se dá em redutos midiáticos como filmes, séries, quadrinhos, videogames, etc. Neste caso, não há a intenção de ferir direitos autorais ou obter lucros. Portanto, tem como finalidade a construção de um universo paralelo ao original e também a ampliação do contato dos fãs com as obras que apreciam para limites mais extensos.

Existem muitos tipos de fanfic, a maioria que é voltada para animes e mangás tem, claramente, cunho sexual ou ainda a criação de casais que não existem no mundo animado.

Atualmente são classificados nada mais, nada menos que 51 tipos de fanfic.

A proposta aqui é trazer alguns tipos e discutir as possibilidades existentes, pois querendo ou não, quem nunca imaginou uma história diferente com aqueles personagens preferidos? Quem nunca quis entrar no mundo daquele personagem e fazer algo diferente, ser parte ou ainda transformar histórias? E é este desejo que muitos fãs possuem que se transforma em arte e se transforma em uma nova história que as pessoas gostam de ler.

Primeiramente vamos trazer para você alguns termos que são utilizados no mundo da fanfic e que pode ser importante, caso você queira ler alguma história ou esteja procurando algum tipo de informação sobre fanfic:

  • SHIP (derivado de relationship – relação ou relacionamento em inglês). O termo é utilizado justamente para se referir a alguma relação do personagem, como “friendship” que se supõe ser uma relação de amizade, ou ainda utilizar o termo ship ao se referir a uma relação de algum tipo dentro de um anime ou mangá.

  • FANNON refere-se a um casal que não existe na obra original, como, por exemplo, Naruto e Sakura do anime/mangá Naruto. Ora, o casal não existe, mas como os fãs se apropriam da obra e fazem com que aquele relacionamento funcione, então podemos dizer que é um fannon.

  • SHIPPER, uma derivação direta de “ship”, é quando você está transformando o termo em um verbo, ou seja, desejando que a ação do relacionamento exista (complicado de explicar, mas simples de entender). Quando você “shippa” um casal, ou seja, quer que ele fique junto. Neste caso, você está desejando um relacionamento que não existe, mas que quer que exista. Normalmente as fanfics transformam relacionamentos que não existem, em possibilidade.
  • SUBTEXTERS são aquelas pessoas que dão vida a situações ou romances subentendidos na trama original, como, por exemplo, Naruto e Sasuke, do anime/mangá Naruto. O casal em si não existe como relacionamento sexual, mas em vários momentos na obra original deixa a entender que a relação deles vai além da amizade. Os Subtexters transformam algo subentendido em algo “real”.

Existem ainda faixas etárias para as fanfics. Como já dito anteriormente, elas podem claramente ter conteúdo sexual, de maneira que quem escreve, normalmente tende a classificar conforme o conteúdo do texto, a faixa etária na qual aquela história melhor se enquadra, embora não haja uma censura na internet para respectivos acessos.

  • Conteúdo G ou LIVRE, é aquele liberado para todas as idades.
  • Conteúdo K, possui linguagem mais grosseira (palavrões), violência leve (vai saber o que seria isso) e temas adultos.
  • Conteúdo K+, além de possuir linguagem mais grosseira (palavrões) e temas adultos, possui insinuações a violência e violência média.
  • Conteúdo PG-13, recomendado para maiores de 13 anos, pois trazem cenas com maiores violências, linguagem adulta ou rude e cenas sexualizadas leves.
  • Conteúdo PG-15, recomendado para maiores de 15 anos, pois trazem cenas com maiores violências, linguagem adulta ou rude e cenas sexualizadas moderadas.
  • Conteúdo PG-17, recomendado para maiores de 17 anos, pois trazem cenas de descrição explicita de violência, uso liberado de forte linguagem grosseira, e temas adultos tratados de modo detalhado e explícito.
  • Conteúdo R-18 ou HENTAI, recomendado para maiores de 18 anos, pois trazem cenas de descrição explicita de violência, uso liberado de forte linguagem grosseira, e temas adultos tratados de modo detalhado e explícito, cenas explicitas de sexo.

Por sua vez, há a questão dos direitos autorais. Normalmente as fanfics costumam dar a impressão de infringir as leis de direitos autorais, pois utilizam personagens criados originalmente por terceiros. Com exceção de casos em que os personagens já sejam de domínio público, as histórias que utilizem personagens ainda sob o copyright podem ser proibidas por seus criadores originais. Contudo, devido ao grande número de sites de fanfics na Internet e aos altos custos de um processo judicial, geralmente esse tipo de criação literária é “tolerada”, considerando-se também que o seu conteúdo é criado por fãs que provavelmente consumiram o produto original e não têm o intuito de obter lucro.

Fanfics também costumam ser vistas como uma forma de aumentar a publicidade e a popularidade das tramas originais, sendo que há alguns escritores que incentivam este tipo de literatura. Dito isso, vou tratar de 3 tipos clássicos de fanfic:

Doujinshi – teve seu surgimento clássico no Japão. Refere-se principalmente a mangás de artista ainda não conhecidos ou não profissionais, contendo tanto histórias originais quanto histórias baseadas em um mangá ou um anime da moda ou muito popular, podendo ser inclusive uma paródia. A maioria dos escritores de fanfic classificam seus trabalhos como Doujinshi, mesmo que seja apenas texto sem ilustração. Vale dizer que o grupo de mangakás Clamp começou sua carreira como um círculo doujinshin, contando inicialmente com 11 integrantes (um grupo de artistas produzindo um único produto).

Crossover – é uma mistura de diversas fontes para formar um único mangá, anime ou história escrita. Ou seja, o escritor irá utilizar personagens e mundos de diversas fontes para compor seu próprio universo. Como por exemplo, contar uma história de Sakura Card Captor com Sailor Moon.

Lemon/Orange/Yaoi/Yuri – são com toda certeza as modalidades mais procuradas e lidas.

a) Lemon refere-se a sexo explicito entre personagens masculinos.

b) Orange refere-se a sexo explicito entre personagens femininos.

c) Yaoi cenas de romance entre dois homens onde é incitado o sexo, mas não é retratado explicitamente.

d)Yuri cenas de romance entre duas mulheres onde é incitado o sexo, mas não é retratado explicitamente.

Assim sendo, se você procura uma boa fanfic, basta entrar em sites especializados nos quais há inclusive descrição e possibilidade de busca por tipo de anime que você aprecia.

Particularmente, eu, Layla Boy, já escrevi uma série de fanfic sobre Inuyasha, mais precisamente sobre Sesshoumaru, e você pode conferir clicando aqui caso tenha interesse (são duas sagas chamadas: "As almas se reencontram após a jornada"). É uma experiência bastante divertida e que enriquece a escrita, além de proporcionar aos leitores uma nova olhada para um personagem, que muitas vezes, é pouco trabalhado pelo autor da série.

Assim, espero que vocês tentem criar suas próprias fanfic ou ainda indiquem nos comentários lugares nos quais podemos ler fanfics, tanto as escritas por você leitor, como aqueles que você mais gostou! Abaixo vou deixar alguns links nos quais você pode encontrar fanfics:

Spirit Fanfiction 

Only Animes 

Fan Fiction 

 




2 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
LaylaBoy
4 meses atrás
Nobu, se você conseguir desenvolver ela, um dia, os últimos sites ajudam na divulgação. É uma experiência bem divertida no final das contas! E não é todo mundo que conhece este tipo de segmento.
Nobu
4 meses atrás
Eu tava desenvolvendo uma fanfic, mas que nunca desenrolou :(