Dica Blast: 5 centímetros por segundo

Um feriado sem um bom filme não é um feriado! Assim, a galera da Blast preparou esta dica para fazer o feriado de vocês dar um salto no ar.

24/10/2017 Última edição em 15/11/2017 às 12:02:49

Yoo, galera! 

Aproveitando este feriado divino, decidi matar a saudade e assistir um de meus primeiros filmes orientais: 5 centímetros por segundo. Do mesmo criador de "O Jardim das Palavras", este filme narra a história de dois amigos, Takaki e Akari, que se tornaram amigos mútuos por terem uma coisa em comum: serem fracos para praticarem esportes. Logo passam o dia na biblioteca e caminhando pelo parque, até que, um dia, Akari teve que se mudar. Os dois continuam se comunicando por cartas, com uma velocidade cada vez menor, até que Takari descobre que também terá que se mudar, o que fará com que a distância entre ele e sua amiga aumente ainda mais. 

Antes de se mudar, Takari decide visitar Akari, num dia de repentina nevasca, o que faz com que ele atrase 4 horas do horário acordado por ambos. Ao chegar na cidade de sua amiga, Takari percebe que ela ficou todo este tempo esperando por ele. Assim, eles conversam, comem, caminham pela neve até uma cerejeira e trocam seu primeiro beijo. Naquele momento, Takari percebe que esta pode ser a última vez que eles irão se encontrar, e, ao partir pela manhã, se despede tristemente de Akari. 

Para evitar spoilers futuros, posso dizer que o filme narra o desenvolvimento de duas crianças amigas até suas respectivas fases adultas, de um modo bem mais próximo da realidade do que filmes hollywoodianos. O título do filme se refere à velocidade com que as folhas de cerejeiras caem no chão,  mas podemos ver, ao longo do filme, que é algo bem mais profundo. 5 centímetros por segundo é a velocidade no qual nos distanciamos de nossos antigos amigos, de nossa antiga vida, de nossa infância, adolescência... 

Com uma trilha sonora perfeita, um roteiro inteligente e um discurso interessante, o filme é uma excelente pedida para te tirar do tédio. E como ele te tira do tédio, por falar nisso. 

Sugiro que assistam com uma coberta, um bom alimento (sorvete ou pipoca), e em um local escuro. Podem vir aqui me agradecer depois. E quem já assistiu, comentem suas impressões sobre o filme: o que mais lhes chamou atenção? 

Até a próxima, galera! Com mais dicas especiais, só aqui na Blast!




2 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Snow
6 meses atrás
Eu não curti esse filme não, especificamente o final rsrs
Dollynho
6 meses atrás
Ja havia assistido antes