Conheça as Onna-Bugeishas!

Confere aí!

23/01/2016 Última edição em 23/01/2016 às 00:00:00

O mais comum quando pensamos em samurais é lembrarmos dos guerreiros de armadura e espada e, apesar de comum nos animes e mangás, não é tão comum encontrar referências às mulheres samurais, mas apesar dessa diificuldade, elas existiram sim e em quantidade e grande relevância para a história do país do sol nascente. 

As Onna-Bugeishas eram a versão feminina dos samurais, geralmente eram esposas, viúvas ou filhas de samurais que recebiam treinamento com a Naginata (lança com a lâmina curvada na ponta) e também arco e flecha e tinham a incumbência de defender suas casas na ausência dos homens quando eles saiam para a guerra.

Apesar de poucos registros a respeito das “samurais”, especula-se um número relativamente grande dessas guerreiras, exemplo disso foi na batalha de Senbon Matsubaru (1580), onde dos 105 corpos encontrados 35 eram de mulheres.

Ainda que sem o mesmo reconhecimento que os guerreiros samurais, algumas onna-bugeishas conquistaram grande fama. Dentre elas, destacam-se:

Tomoe Gozen (1157–1247) - Lutou nas Guerras Genpei (1180 – 1185), uma disputa que durou 5 anos entre os clãs Taira e Minamoto pelo controle do Japão.

Tomoe Gozen

Hojo Masako (1156-1225) – Uma das Mulheres mais importante da história militar do Japão Feudal. Casou-se com o primeiro xogun (senhor feudal) e se tornou regente quando ele morreu. Em 1221, lutou na Batalha de Uji, contra às forças do imperador Go-Toba.

Yamakawa Futaba (1844-1909) - Filha e esposa de samurais, lutou em defesa do Castelo Tsuruga contra o exército imperial.

Nakano Takeko (1847-1868 dC) - Durante a última batalha de Aizu, Takeko, de 21 anos de idade, liderou um exército de mulheres samurais contra o exército imperial em 1868.

Vídeo de uma competição de Naginatas:

 




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta