Como levar o amor virtual para o mundo real?

A vida no mundo virtual parece bem menos complicada e bem mais divertida. Certo? Até que sim. Mas e quando o mundo real invade o mundo virtual e aquilo que você acreditava ser, não é mais verdade? E quando o amor acontece? O que fazer? Vem com a Blast nesta linda aventura de amor que mistura virtual e real.

27/02/2019 Última edição em 28/02/2019 às 08:02:51

Net-juu no Susume

Se você gosta de animes curtos e muito divertidos e ao mesmo tempo com um amor sincero e tímido, então bem vindo ao jogo da vida real.

Alguns dados do anime

Lançado em 2017 pelo estúdio Signal.MD, possui 10 episódios e 1 OVA (o OVA não é tão interessante), além disso, pode ser assistido no Crunchyroll.

Sinopse

Conheça a jovem de 30 anos Morioka Moriko que após trabalhar em uma empresa, decide se tornar o que chamamos de NEET (not in education, employment or training – “nem-nem”:  jovem fora do mercado de trabalho e de instituições de ensino). Esta decisão foi tomada a partir de suas péssimas experiências com pessoas do mundo real, sempre se sentindo pressionada no trabalho, sendo explorada por seus superiores e não vendo qualquer tipo de prazer em trabalhar ou no trabalho. Assim, decidida, ela resolve abandonar esta vida e ficar em casa, mexendo no computador.

Ao ver-se livre do emprego e das amarras sociais que acha serem sufocantes, ela instala e começa a jogar o MMO’s (Massive Multiplayer Online) popular no Japão, com belos gráficos e que poderá lhe dar a interação necessária para continuar sua vida.

Antes de ter um emprego Moriko era uma jogadora contumaz de MMO’s, mas teve que desistir de seu lazer em prol do trabalho.

Uma questão importante é que Moriko se despreza e se desmerece com facilidade, sempre se achando inferior às outras pessoas, pensando que não é merecedora de elogios ou amabilidades. Constantemente se condena (em sua própria mente), mesmo que as outras pessoas não achem nada do que ela mesma está pensando. Tem o costume de achar que está sempre errada, que é uma pessoa feia e que não merece ser feliz.

Porém, ao entrar no jogo ela cria um personagem masculino chamado Hayashi, um rapaz bonito, de cabelo sedoso e que passa uma confiança muito natural, algo que Moriko não é capaz de ser.

Então, durante uma de suas missões dentro do jogo como Hayashi, Moriko conhece a personagem Lily, por quem cria amizade e passa a jogar constantemente, chegando a se tornar um casal dentro do jogo.

Enquanto isso em sua vida real, ela acaba conhecendo por acidente o jovem Sakurai Yuuta, um rapaz bonito e que trabalha em uma grande empresa. Yuuta é gentil com Moriko, mesmo que tenham se conhecido da pior forma possível: numa fila na véspera de Natal para comprar comida.

Este encontro casual poderia passar despercebido se Yuuta acidentalmente em outro dia não tivesse dado uma cotovelada na cabeça de Moriko, que acabou levando ela a ter que ir ao hospital.

O encontro com este rapaz irá mudar a vida de Moriko, principalmente porque ele se interessa pela garota, mas ela tem medo de se relacionar. Yuuta fica muito frustrado quando tenta levar Moriko para jantar como pedido de desculpas por ter acertado a cabeça dela com seu cotovelo. Acontece que depois de tudo, ela acaba o encontrando e os dois saem para beber.

Ocorre que Yuuta está interessado em Moriko e ela mal sabe que a garota com quem ela é um casal no jogo (Lily), não é ninguém menos que Yuuta. Mas Yuuka tem medo de revelar a verdade, mesmo que o tenha feito.

Após as revelações a situação dos dois pode vir a mudar, mas isso vai depender de Yuuta ter confiança em si mesmo e de Moriko acreditar que é uma pessoa verdadeira e gentil e que pode sim merecer a felicidade.

O anime tem traços bonitos e cores suaves que tornam o anime muito agradável de assistir. O mundo real e o virtual possuem diferenças de tonalidade, mas as músicas, as situações e os diálogos são bem aproveitados. No mais, é um anime que se pode assistir com rapidez.

O OVA não é tão interessante, mas tem algumas cenas que compensam.

Vale dizer que o anime traz uma premissa básica: o mundo real e o virtual podem coexistir? As pessoas podem ser felizes nos dois mundos sem abrir mão de nenhum deles?

Fica a dica!!!




3 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Snow
2 meses atrás
eu me identifiquei com os personagens kkkkkkkk não sei pq mas né
LaylaBoy
2 meses atrás
Ashllan, você só vê anime dublado?
Ashllan
2 meses atrás
Achei interessante a sinopse
Acho interessante também esses animes curtos Espero que saia dublado
Parabéns Layla Boy gosto muito de suas análises indicações