Briga entre Sony e Disney perante aos direitos de Homem-Aranha causa confusão total quanto ao futuro do teioso

Sony e Disney tem impasse diante ao futuro de Homem-Aranha e Tom Holland expõe sua opinião.

28/08/2019 Última edição em 28/08/2019 às 09:21:18

Na manhã do dia 20/08/2019 a  Deadline  anunciou que a Marvel Studios não irá mais produzir os novos filmes do Homem-Aranha. A Marvel e a Sony tentaram negociar um novo acordo sobre o financiamento dos longas do Homem-Aranha nas telonas, mas não chegaram a um consenso.

O site reportou que a Disney — dona da Marvel Studios — quis dividir o financiamento dos próximos filmes do Homem-Aranha em 50%, com negociações já para mais longas. Mas, a Sony teria recusado a oferta e não quis negociar um novo valor. O Deadline informou que a Sony não aprova a divisão igual dos valores de sua maior franquia atualmente. O estúdio deseja manter os termos já acordado, nos quais a Disney fica com o valor entorno de 5% da bilheteria após a estreia do filme, o que foi recusado pela empresa do grande Mikey.

Tom Holland , ator de deu cara nova ao novo teioso do MCU,  teria contrato para mais dois filmes vivendo a pele de Peter Parker sendo os longas dirigidos por Jon Watts. Caso as empresas não cheguem a um acordo, a Marvel não irá liderar a produção criativa dos futuros filmes. Essa ruptura entre os estúdios pode atrapalhar os planos futuros do MCU, pois há a possibilidade de que Tom não possa mais aparecer nos próximos filmes do Universo.

Diante de toda essa confusão armada entre as duas gigantes produtoras de filmes, Tom Holland parece bem confiante sobre o futuro do herói nos cinemas.

Em entrevista ao Entertaiment Weekly durante a D23, Holland tentou amenizar os nervos dos fãs e afirmou que vai continuar no papel do personagem:

Basicamente, nós fizemos cinco ótimos filmes. Fora cinco anos incríveis. Eu me diverti muito. Quem sabe o que o futuro guarda? Tudo que eu sei é que eu vou continuar interpretando o Homem-Aranha e me divertindo muito. Vai ser muito legal, de qualquer maneira que nós escolhermos fazer. O futuro do Homem-Aranha vai ser diferente, mas vai ser igualmente incrível e maravilhoso, e nós vamos encontrar novas maneiras de deixar ainda mais legal.

Tom Holland

Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, também comentou sobre o assunto, e esclareceu que o acordo não foi pensado para durar para sempre:

Nós conseguimos fazer cinco filmes no MCU com o Homem-Aranha: dois filmes solo e três com os Vingadores. Foi um sonho que eu nunca pensei que iria acontecer. Nunca foi pensado para durar para sempre. Nós sempre soubemos que existia uma quantidade de tempo finita na qual nós seríamos capazes de fazer isso, e nós contamos a história que nós queríamos contar e eu sempre serei grato por isso.

Kevin Feige

O comunicado emitido pelo estúdio responsabiliza a agenda de Feige pelo desentendimento entre as empresas, não comenta sobre as divergências financeiras – apontadas como pivô da ruptura – e também não menciona a rumor de que o personagem não aparecerá mais no MCU. A Sony disse sentir a saída de Feige, mas que entende a necessidade do produtor se empenhar em conteúdos que pertencem totalmente à Disney.

Em entrevista ao TMZ, Joan Celia disse estar ao lado da Sony quanto a todo esse problema para ela, tanto a Marvel como a Disney não trataram Stan Lee da maneira como deveriam e acredita que devem existir outras opções de empresas para cuidar do Homem-Aranha do que apenas a gigante do entretenimento.

A Disney e a Marvel querendo todo o controle total da criações do meu pai deve ser analisada e checada por outras empresas que, mesmo que visem o lucro, tenham um respeito genuíno por Stan Lee e seu legado. Quando ele morreu, ninguém da Marvel ou da Disney veio me procurar. Desde o primeiro dia, eles nunca demonstraram nenhum respeito ou decência a ele ou ao seu legado.

Joan Celia

Ainda aguardamos novas informações que Kevin Feige (Presidente da MCU) informou que irá liberar brevemente.




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta