As Bonecas Kokeshi

Confere aí!

03/10/2015 Última edição em 03/10/2015 às 00:00:00

Confira a primeira parte da história, origem e lendas sobre essas bonecas fofas, que nem sempre foram tão fofas assim!
 

Kokeshi são bonecas japonesas, originárias do norte do país. Elas são feitas em madeira, possuindo um tronco simples e uma grande cabeça, pintadas com finas linhas para delinear o rosto. Além disso, seu corpo tem desenhos florais, pintados sobre fundo vermelho, preto e algumas vezes amarelo, envernizadas por uma camada de cera. Sua característica mais marcante é a ausência de braços e pernas. A sua parte inferior é marcada com a assinatura do artista.

As Kokeshi surgiram, inicialmente, na região de onsens (águas termais) para serem vendidas aos visitantes e turistas. Porém, há uma crença de que a cabeça redonda e seu corpo comprido eram usados como ferramenta de massagem nos visitantes dos spas. Já outros, acreditam que as bonecas tenham conotação sexual, devido ao seu corpo fálico.


(Formato Original das bonecas Kokeshi)

Mas, durante o Período Edo, as bonecas eram consideradas as guardiãs das crianças e detentoras das suas almas. Ter uma Kokeshi significava que ela ajudaria a manter seus filhos saudáveis, além de mantê-los longe do mal. Seu outro simbolismo, e também o mais conhecido, é em relação à amizade, já que dentro da boneca existe um orifício que serve para se colocar uma mensagem antes de entregá-la como presente a alguém.

Existem onze tipos de bonecas: Tsuchiyu, Togatta, Yajiro, Naruko, Sakunami, Yamagata, Kijiyama, Nanbu, Tsugaru, Zao-takayu e Hijioro.

A origem do nome “Kokeshi” é bem controversa. Existe uma hipótese de que possa ser apenas uma combinação de “pequeno” (ko) e “boneca de madeira” (keshi). Porém, o fonema também pode significar “criança” (Ko) e “apagar/eliminar” (keshi), significando então “eliminar/apagar criança”. Outro significado, dessa vez metafórico, é de “crianças perdidas”. Além disso, existe uma outra origem para o nome, de que a boneca esteja relacionada ao fruto da papoula. Sendo assim, “Ko” seria criança e “keshi” se refere ao nome do fruto.

Existe também uma lenda de que as bonecas representam almas de crianças assassinadas.

Quer saber mais sobre isso? Então só na próxima semana! Até semana que vem pessoal!

 

Fontes: Wikipédia e Japão em Foco




Comenta aí :)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta