Anime Friends 2016

14/09/2016 Última edição em 01/10/2016 às 18:07:34

Se você nunca passou por esta experiência, eu realmente recomendo que tente no ano que vem, não por ser o maior de todos no Brasil (possivelmente seja), mas por ser um dos que mais agregam pessoas empenhadas em transformar um sonho em realidade.

O Anime Friends deste ano aconteceu no Campo de Marte (Avenida Santos Dumont, nº 2241, Santana), na cidade de São Paulo. Os dias de evento foram 08, 09, 10, 15, 16 e 17 de julho. A abertura dos portões aconteceu sempre ao meio-dia, muito embora tenha sido divulgado que os portões abririam antes.

É fato que as filas estavam monstruosas, mas quando isso não aconteceu? Sim, uma das maiores atrações da Anime Friends é, com toda certeza, a enorme fila. E aí você tem que optar entre: pegar fila para comprar e depois fila para entrar ou comprar o antecipado e pegar a fila apenas para entrar.

Uma das boas novidades do antecipado é que você não precisa mais do ingresso físico, usando o aplicativo Ingresse você exibe apenas ele e já era, está dentro. Porque isso é bom? Bem, muitas vezes você pode esquecer um ingresso, mas você JAMAIS esquecerá seu celular. Não obstante, e como sempre, a meia entrada estava valendo para todos os que levassem alimentos não perecíveis (menos sal e açúcar), o que é uma incrível inserção social do evento, pois você estará ajudando entidades carentes.

Sobre o ingresso, cabe mais um detalhe: ESTAVA ABSURDAMENTE CARO... Sim senhor, há dez anos o ingresso não custava mais de R$ 15,00 a inteira, hoje, para você participar, terá que desembolsar pelo menos R$ 60,00, e cá entre nós, não tá fácil arranjar este “dindin” todo!

Layla e o portal de entrada

Como já disse, a fila é uma atração à parte.

Você descobre que o cara que está atrás de você na fila vem lá do nordeste e é sua primeira vez em São Paulo, que o pessoal na sua frente vai participar do concurso cosplay, que tem gente que não curte banho (aquele cheiro estranho vindo de algum lugar), que tem garota lá vestida de cosplay para fazer ciúmes no rapaz que gosta e que a organização continua muito “desorganizada”.

Fila de entrada e de compra de ingressos

Sobre a organização, vale a pena citar alguns destaques: a maioria é voluntário e eu até entendo que por causa disso nem sempre estejam preparados para lidar com o público, ou se sintam importantes demais para se importarem com o público, mas às vezes seria melhor se a Yamato contratasse pessoas para realmente organizarem a fila, informarem os participantes e controlarem todo o acesso, porque sinceramente, por causa dos “staffs”, você pode ter a sensação de que tudo está desorganizado.

Para a imprensa simples (nosso caso) então é pior. Não que fomos mal-tratados, longe disso, mas faltou um pouco mais de informação e delicadeza da equipe de apoio da Anime Friends. Um bom exemplo é que, no dia em que estávamos no evento, a fila dos participantes estava liberada para entrada e ainda não haviam liberado a imprensa para entrar, dizendo que o evento ainda não estava aberto, sendo que todos (menos a imprensa) estavam entrando. Falta de bom senso...

Uma outra pequena questão é o horário. É informado que está aberto a partir das 10h, no entanto, somente ao meio-dia os portões foram abertos e, para ser sincera, ninguém da equipe de “staffs” sabia informar porque o atraso na abertura dos portões, o que deixou o ânimo dos participantes que estavam na fila exaltado e estressado!

Parte da fila que ia até a entrada do Campo de Marte

Bom, conseguindo superar a fila e entrar, você dará de cara com um espaço realmente amplo, o que é excelente. Em edições passadas, houve muitas críticas de querer colocar um evento como aquele todo espremido em corredores pequenos e dificultando o trânsito dos participantes de uma área para a outra.

As áreas de cosplay, palco principal, atividades, salas de palestras e de animekê foram bem divididas, embora ficassem distantes umas das outras, o que fazia com que para ir de um lugar ao outro o interessado tivesse que andar bastante. Mas nada impossível.

 

Os banheiros, finalmente, estavam bem organizados e limpos. Embora no banheiro masculino tenha acabado o papel para secar a mão. O que foi uma reclamação de alguns usuários.

A área de alimentação tinha diversas opções que iam de coxinha, massa, pizza e chocolate à comidas tradicionais japonesas (karê, yakisoba e outros petiscos). O espaço, porém, continua pequeno e confinado e os comerciantes reclamam do sistema de “comprar dinheiro” para gastar nas barracas, dizendo que muitos desistem de comer na área de alimentação por causa das filas. Em contraponto, além da área de alimentação oficial, havia a área dos foodtrucks. Era uma boa opção se não quisesse enfrentar uma fila de pelo menos 30 minutos para comprar comida.

As opções de comida, tanto na área de alimentação como na área foodtruck, eram muito boas, mas os preços, como em qualquer evento, eram bem longe de ser “em conta”! Mas quem vai para este tipo de evento já sabe: ou leva comida ou se prepare para gastar. Uma dica que deixo é comprar o “box de coxinha”, além de ser em um valor razoável, alimenta bem duas pessoas.

Para o YaKuLt, um ponto alto foi a banca de Mupy. Quando viu, comprou e tomou LITROS, revivendo sua infância, deu um de presente para o atendente. Literalmente, fez A FESTA com Mupy e ainda levou 15 pacotinhos para casa (e ainda acredita que deveria ter pego mais!).

Praça de alimentação

Mas saindo desta parte, vamos ao que interessa?

As atrações.

Ao chegar, se você caminhar pela lateral direita externa do galpão, você poderá ver os mais variados “clubes”. Ali tem venda de alguns produtos, mas o mais divertido são suas atrações particulares: danças de k-pop totalmente coreografadas, chá com as Lolitas (superbem vestidas), além de se divertir com jogos eletrônicos. Tudo a razoáveis bagatelas, nada absurdo. Os produtos oferecidos normalmente são em conta e artesanais.

Uma das mais divertidas é, com toda certeza, a área Medieval. Uma vez que Game Of Throne tem feito sucesso, eles aproveitaram a temática para justamente vender produtos da série e também exibir produtos artesanais feitos pelos próprios organizadores da área.

Quando você termina esta área, você se encontra na “Área de Batalha Campal” e do ringue de luta livre. Aliás, a luta livre entrou para o evento há menos de cinco anos e sempre fez sucesso com os instrutores mostrando estilos de luta livre, assim como as interpretações dos lutadores. Quanto à batalha campal, continua com a mesma “ideia”, pequenos campeonatos nas categorias solo, dupla e clã. Bem divertido assistir enquanto o pessoal se esforça para segurar as espadas de espuma.   

Chegando ao Palco Cosplay, você se anima com os apresentadores que fazem de tudo para entreter o público enquanto os participantes do concurso se aglomeram do lado de trás do palco se preparando para a apresentação. As apresentações no sábado, dia 09, foram simples, mesmo assim, divertidíssimas.

Cosplays são sempre uma atração à parte no evento. Eles estão por todos os lados, andando, interpretando e, claro, sendo assediados por todos. A maioria dos cosplays estava muito bem feita, mas os mais perseguidos, com toda certeza, foram os personagens femininos interpretados por homens.

Quando você consegue sair deste corredor externo lateral, você dá de cara com o palco principal. O palco principal sempre tem atrações rolando. Normalmente bandas, as apresentações de personalidades ficam mais para o final do dia. As bandas podem ser ouvidas em todo o espaço do evento, desde a entrada, inclusive. O palco é enorme e muito bem estruturado. O que atrapalha um pouco sua visão para quem está mais atrás é a “barraca” dos controles de luzes e som, que fica armada bem no meio.

Palco principal

Já entrando no galpão coberto é que você se sente mesmo num “mercado”. No galpão, foram montadas as áreas de “compra e venda” de mangás e animes, tendo inclusive um espaço bem grande para os desenhistas e roteiristas brasileiros, abrindo a possibilidade dos mesmos serem conhecidos e, é claro, para divulgarem seus produtos. A maioria destas pessoas procura uma editora para lançar seus desenhos e, acreditem, na maioria são roteiros e desenhos muito bonitos e bem feitos. Vale a pena perder um tempinho vendo o trabalho destes brasileiros.

YaKuLt conversou também com expositores como o Carlos Ruas, criador do “Um Sábado Qualquer”. Ele é uma pessoa super gente boa e conversava com todos os seus admiradores/fãs com zelo e carinho. Ele informou seus próximos passos: expandir os seus quadrinhos para O MUNDO! Isso mesmo! Ele agora está trabalhando na tradução de suas tirinhas para o inglês para assim mostrar ao mundo que é possível falar sobre religião com humor leve, divertido e sem preconceito. 

Bem na frente da área dos mangakás brasileiros, você tem a sala de palestras. É uma sala com grande rotatividade e sempre tem promoções das editoras participantes do evento, distribuindo box de mangás. Se você quiser tentar ganhar algo, ali é um bom lugar. Além de conhecer um pouco mais sobre sérias e mangás. Uma das palestras que teve no dia 09, sábado, foi justamente sobre o “regecida” de “Game Of Thrones”, a exposição foi divertida e cheia de nuances. Se tiver um tempinho assista uma ou outra palestra.

Galpão de vendas

Só para lembrar que ao lado da área de alimentação existe um palco de debates, jogos e concursos de conhecimentos gerais sobre animes e mangás. Neste palco, há boas palestras também.

Muitas empresas de jogos de tabuleiro também estiveram presentes no evento. Devo dizer que a minha preferida é a Galapagos, porque normalmente os jogos são bem feitos e as miniaturas lindas. Mas existiam muitos expositores de jogos de tabuleiros, valendo a pena negociar para adquirir um ou outro jogo para se divertir com a galera, principalmente porque estes jogos você não encontra em lojas de “brinquedo”, mas somente nestas lojas especializadas. Se tiver tempo, dá uma chegada nelas. Ainda, antes de comprar, você pode experimentar o jogo e ver se ele é ou não seu perfil, não comprando algo que possa ficar largado em cima do armário.

Área de jogos Galápagos

E para quem gosta de Lego, como eu, teve um setor inteiro dedicado ao Lego. Sim. Eles estão lá. Coleções, montagens, montadores e, é claro, venda das peças de Lego. Não vou dizer que estava “barato”, mas só de ver aquelas pequenas peças todas juntas formando naves, cidades e tantas outras coisas, você já se sente com vontade de adquirir. Cuidado para não gastar demais, hein!

Seguindo nosso tour pela área interna, vamos bater de frente com o carro dos Caça-Fantasmas. E ele é muito legal. Esclareço que, no inicio do evento, havia roupas e apetrechos dos Caça-Fantasmas, mas eles foram retirados, porque algum espertinho tentou levar para casa. Então, por gentileza, não abusem dos objetos que estão à disposição para foto!

E o que mais você poderia achar?

Obviamente que bancas de todos os mais variados gêneros vendendo todos os tipos de coisas que um “nerd” precisa para viver. Desde colares a roupas, de pantufas a bonequinhos de seus personagens preferidos. Você achará perucas e apetrechos. Sim, tem de tudo, mas já alerto, não está nada barato adquirir estas coisas, então pesquise bem antes de comprar entre as bancas, porque às vezes uma delas está mais em conta que outra! E não se desespere, os estoques são enormes!

Outro ponto que me deixou nosso locutor YaKuLt muito surpreso e feliz foi a quantidade de pessoas que conheciam a Blast!, como a Kakao, dona da loja Lolita Tea Party, que escuta a nossa rádio já há muitos anos e a Jéssica, que disse que escuta a rádio sempre que está no pc jogando Grand Chase.

E para finalizar, falemos da paixão de todos os que vão nestes eventos: MANGÁS.

Vou dizer que estava valendo a pena comprar mangás neste evento do Anime Friends. A maioria dos mangás estava com descontos que iam de 20% a 70%, o que atrai muito os colecionadores como eu. O mais recomendado é completar coleções que estão pela metade ou comprar aqueles mangás que já não estão mais sendo vendidos nas bancas, porque a oportunidade pode desaparecer com o final do evento!

Existem várias atrações que ocorrem durante o dia e é difícil você ficar entediado durante todo o evento. Atrações fervilham de todos os lugares. Então, chegando ao evento, se dê ao trabalho de pegar o mapa do evento e também o roteiro de atrações, assim você pode escolher aquilo que quer fazer e se divertir sem muitas preocupações!

Bom, é isso ai!

O evento foi muito divertido, cheio de atrações e, é claro, muito cansativo!



1 comentário(s)
Já possuo uma conta
Quero criar uma conta
Joke
1 ano atrás
Opa, show de bola esse evento!